domingo, 1 de agosto de 2010

Sobre LIBRAS

Eu estava tão mas tão feliz que ia finalmente aprender LIBRAS!
E agora a disciplina já está acabando (acaba amanhã) e eu - há - não aprendi lhufas. Nada. Zica. Nécas. Apenas revi o alfabeto manual, que eu já sabia desde criança, graças à Xuxa! Quem diria que a Xuxa me ia servir pra alguma coisa!

E é fogo, porque eu queria mesmo aprender pelo menos alguma coisinha... Tenho uma aluna da 6a série que é surda*, e eu tava toda boba que ia conseguir me comunicar com ela, mas pelo jeito não vai ser agora.

A apostila se perdeu em explicações gramaticais, em regras de transcrição, em vocabulário isolado... Algo parecido com o que acontece com o ensino de inglês na escola, lembra? Pois é... E daí que eu decorei um monte de regrinha boba do que vem no começo e o que vem no final da frase, mas não sei "falar" nenhuma frase.

Uma coisa que achei interessante é que a Língua de Sinais teoricamente tem que ser a primeira língua (L1) do surdo. E o português deve ser aprendido como segunda língua, que nem a gente aprende o inglês/espanhol/alemão. E a escola teoricamente deve oferecer aula de português como SEGUNDA LÍNGUA para alunos surdos. Mas, claro, não oferece, assim como a minha aluna surda não tem um intérprete de LIBRAS em sala como deveria. É por isso que, por lei, todos os cursos de Licenciatura tem que ter LIBRAS na grade curricular. E têm. Só que não ensina. E então pra quê né?

* não se usa mais o termo deficiente auditivo. E eu até ontem achando que estava sendo a mais politicamente correta falando sempre assim... Surdo é surdo. Cego é cego. Pronto. Simples assim.

4 comentários:

INTEPRETE DE LINGUA DE SINAIS disse...

Acho válido os seus comentários, e sua real preocupação.
Uma dica, quer aprender de modo correto a lingua do surdo?? tenha um como seu amigo.
Eles tem a alegria de ensinar, mas uma resalva, uma vez aprendido você torna-se uma referencia e um porto seguro para ele, por isso nunca o traia.
atenciosamente

Marcos Luis - intérprete de libras

Pentacúspide disse...

Então essa linguagem de sinais é universal? Eu pensava que não, porque a maneira como aprendi a dizer eu te amo de um livro do género publicado pelas Testemunhas de Jeová é diferente do que aprendi de um filme americano. E já agora a dica: pede o livro aos jeovás, eu tinha aprendido algumas frases com ele, porque é mesmo útil, mas como não tinha ninguém com quem praticar, esqueci-me.

Georgia Martins disse...

Essa língua não é universal não, LIBRAS significa Linguagem Brasileira de Sinais, e a nossa foi inspirada na francesa!!!

Pentacúspide disse...

Agradecido pela informação